Reposer

Entrar na adolescência é saber que resistir às vontades que espontânea e naturalmente se tem e se hão de ter é como desperdiçar o tempo de vida e,  tempo esse, que é relativamente curto e ágil em decorrer. Grande desserviço ao jovens e favor aos interessados na estupidez coletiva a propagação da ideia de que […]

Leia Mais "Reposer"

Enchente

A minha memória fraca As minhas mãos duras A demorada resposta do corpo Às ideias tão maduras Tudo que restou dos pulsares dos relógios É um corpo quase ativo Alumiado por olhos esquivos Feito todo para servir. Alma escrava, agora sei Não é para o ápice nem para o resquício Qualquer um que nessa casa […]

Leia Mais "Enchente"

Dulce

não sabe? isto que você anda a mendigar não é o amor. a noite, cansada e sem humor para TV te fotografo fazendo café e esquentando o leite  para quem trabalhou menos que si.   ja lhe aprisionaram.  o que procuras como um leao a uma caça é regaço. colo. chão.  um beijo manso e sincero […]

Leia Mais "Dulce"

Só um?

Havia me esquecido de como é bom e gostoso Essa coisa de nos encontrarmos num cinema E assistir a um filme bom E depois conversar. De como é bom ser convidado para o cinema E não querer ir E dizer que não se quer ir. De como é bom ter sono E ir dormir A […]

Leia Mais "Só um?"

Estofado

Se você não fosse tão triste E não gostasse das meninas Por causa de seus sorrisos Eu ficaria mais um pouquinho. Se sou eu quem insiste… E antes ao menos me respondias Por animo ou indiferença Eu pensava que não tinhas tempo Se soubesse muito antes E antes tivesse notado seus olhos tão rasos Por […]

Leia Mais "Estofado"

Mama

Mataram um bichinho na parede e ficou ali uma marca da nojice. Osma disse que acharia quem foi para que limpasse sob juramento divino e até a hora que a sessão choração de pitangas começou ninguém havia se pronunciado. Quando Valeria entrou no quarto de cara fechada, todas já sabiam que era por causa do […]

Leia Mais "Mama"

Coma

Passou na frente da janela Onde apoiada eu fitava o como Um sujeito com flor na lapela E achei por bem arrancar-lhe um gomo Do limão da experiencia Azedo em sua expressão. Expus-lhe assim a situação: “Sinto-me suja e só Onde quer que eu caminhe Correm meus olhos e dão-se um nó Procurando quem adivinhe […]

Leia Mais "Coma"