Especulações

Estou exausta. Cansada mesmo.

Não me importa se tenho ou não a quem provar

Que agora é pra valer

Eu desisti.

 

Se a paciência não vem como virtude, vem como ócio

Não sentarei bem aqui a esperar o bonde

O próximo ônibus, um táxi ou uma carona, por sorte

Andarei mais depressa.

 

Posso até começar a correr, de repente,

Importante é parar de esperar alguma coisa acontecer

Vou lá cumprir meus deveres,

Aprender ou ensinar alguma coisa

 

A ultima coisa que eu tenho pra fazer

É depender de alguém que eu sei que vem

Mas não deixou especificado nada no rodapé

Sobre a data e o modelo do carro.

 

Não vou esperar mais, to dizendo

E é a ultima vez

Ou chega agora ou me alcança

Tenho pressa e me recuso a gostar daquilo que não tenho controle.

 

Se o tempo não vai passar, aceito.

Sento, espero, cruzo as penas, descruzo, deito

Quero ver quem é que vai me tirar

Desse estado de esperar.

Anúncios

2 comentários sobre “Especulações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s