Versus

Com o crescente aumento de aplicativos e redes sociais para a manutenção e inovação no que diz respeito a conhecer novas pessoas, acontece um fenômeno digno de reflexão.

É de se esperar que as fotos nas redes sociais sejam tiradas de um bom angulo e encontrar-se na rua com aquela pessoa do Facebook pode causar certa estranheza. E isso não é o principal sobre a linha tênue entre a pessoa e sua imagem na rede, e sim que há uma diferenciação entre a personalidade real do sujeito, o que ele é, e a personalidade virtual, que é a que ele próprio cria e desenvolve nos meios de comunicação que utiliza. Portanto, a surpresa de conhecer o animal por trás da propaganda vai além de quilos a mais e passa a ser a descoberta enriquecedora ou decepcionante que diz respeito aos traços individuais da pessoa.

Com o uso continuo e principalmente pelas fontes de entretenimento buscadas em Facebook ou Instagram, por exemplo, são criados vícios comportamentais cibernéticos. Modo de escrever, gírias, ângulos de fotos, noticias e tiras compartilhadas, entre outros fatores que fazem da internet um lugar onde habitam usuários ao invés de seres com sua identidade.

É importante atentar-se ao prazer que a “personalidade virtual” proporciona como recompensa para as frustrações da “personalidade real”. E é assim que o tímido é rodeado de amigos, a com baixa autoestima sente-se bonita pelas curtidas que recebeu; o que tirou notas baixas entra em discussões de relevancia duvidosa e assim por diante. Por essa mesma diferenciação é que muitos casais com grande afinidade têm curtas conversas no WhatsApp e o casal que discute largamente o relacionamento por mensagens, não consegue debater o mesmo assunto pessoalmente.

Voltando para a casa conversando com uma vizinha, vimos uma pessoa lavando a calçada com a mangueira generosamente aberta, e ouvi da minha colega: “A gente vive sem tudo, sem internet, sem energia eletrica… Menos sem água, porque sem ela nem comida tem.” Muito simples e óbvio mas ocultado de nossos propósitos e necessidades. Criamos tecnologias para que elas nos ajudem a viver mais facilmente e não para que substituam a vida dura que temos por outra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s